Gatos – Alergia e Intolerância Alimentar

Está claro que a alergia e intolerância alimentar não são prazerosas para ninguém, pensando assim imaginamos em nossos animais, que não podem se queixar deste mal. Se seu gato apresenta vomito constante, tem diarreia, pele irritada , está em uma condição frágil e com queda de pelagem, ele pode estar passando por uma alergia ou intolerância alimentar.Nem sempre a reação alérgica ocorre ao primeiro contato do gato com o alimento, as vezes pode se levar meses ou até mesmo anos, para que o animal apresente algum sintoma dessa alergia. No entanto, uma vez que se torne alérgico, quase sempre terá uma reação negativa a este alimento.

Sendo as reações alérgicas mais comuns associadas a ingestão de proteínas, geralmente a carne. Caso seu gato tenha demonstrado algum sintoma de alergia á um determinado tipo de carne, tente alterar suas fontes de proteína, não esquecendo que são indispensáveis na nutrição dos animais.



Lembrando que para um diagnóstico mais preciso, visite sempre seu veterinário.

 

Diferença entre alergia e intolerância alimentar

A alergia alimentar, são verdadeiramente alergias, relacionadas a problemas de pele e coceira, por outro lado a intolerância alimentar relaciona-se a diarreia ou vomito, não criando uma resposta alérgica.  Basta se fazer uma dieta livre dos agentes irritantes, para eliminar tais doenças.

 

Como dar uma alimentação correta para seu gato, evitando alergia e intolerância alimentar

Não de:

 

  • Petiscos
  • Couro
  • Orelhas de porco
  • Cascos de vaca
  • Medicamentos com sabor (incluindo preventivos da dirofilariose) ou suplementos
  • Pasta de dente com sabor
  • Brinquedos de plástico com sabor

Caso tenha outros animais, alimente – os com a mesma dieta do paciente, caso não seja possível, procure alimentá – los em locais separados, não permitindo assim o acesso do paciente a esses alimentos. Mantenha seu animal fora da sala na hora das refeições , mesmo pequenas quantidades de alimentos que caem no chão ou são lambidos no plato pelo gato, podem anular um julgamento de eliminação, exigindo assim um recomeço. Lave as mão e o rosto de todos que tenham contato com seu animal após as refeições. Mantenha um diário , ou bloco de notas, onde possa marcar todos os alimentos, que seu gato possa ter comido por acidente.

Um julgamento de alimentos consiste em alimentar um gato com uma fonte nova de alimento com proteínas e carboidratos por 12 semanas.

Não permita que seu gato saia sem que esteja na coleira. Tenha uma caixa de areia especialmente para o paciente.

 

Tratamento da Alergia e Intolerância Alimentar

 

O melhor tratamento para alergia e intolerância alimentar é evitar os alimentos ofensivos para seu animal. Uma vez que esses alimentos são identificados através do julgamento de alimentos, eles devem ser retirados da dieta de vez. Um alívio de curto prazo são, ácidos graxos, anti-histamínicos e corticosteroides ,  mas a eliminação dos alimentos são a melhor solução a longo prazo. Se tem duas opções, ou alimentar seu animal com uma refeição comercializada específica para essa determinada intolerância, ou preparar uma refeição caseira.




Se o proprietário optar por uma alimentação caseira, deve se desafiar o animal de estimação periodicamente, iniciando com uma alimentação a base de verduras, e com uma forma de proteína, caso não apresente nenhum sintoma , após duas semanas deve se mudar a proteína, tentando identificar o causador da doença, quando isso ocorrer, eliminar o mesmo completamente das refeições.

Se forem utilizadas dietas caseiras, é essencial que elas sejam equilibradas, com a quantidade correta de ingredientes, vitaminas e minerais. Dieta caseira para tal uso a longo prazo deve ser desenvolvida por uma nutricionista veterinária.

Os animais com alergia e intolerância alimentar, estão propícios a desenvolver alergias a novos alimentos, se são alimentados com eles a muito tempo, sem nenhum tipo de variação, fique atento.

 

e book como cuidar de gatos

Deixe uma resposta